Costumamos ouvir por aí que “uma imagem vale mais do que mil palavras”, mas… Será que é assim mesmo que funciona?

Vamos pensar em nós mesmo como consumidores. Certamente você pesquisa bastante na internet antes de uma compra, não é mesmo? Tenha certeza de que não é o único: é o que cerca de 92% das pessoas fazem, segundo pesquisa da consultoria TNS Research International. Os meios pelos quais essas informações são obtidas são os mais diversos: redes sociais, blogs, sites, fóruns, newsletters, e-mail marketing. Uma infinidade de conteúdo está disponível na web, inclusive o material que você preparou para ajudar o prospecto em sua decisão. E é só depois disso que ele te escolhe – ou não – como fornecedor.

Ou seja: Imagens atraem, vídeos animam, mas o que de fato vende é um bom texto!

Para isso, diversos aspectos devem ser levados em conta.

1Quem

O primeiro deles é entender para quem você está enviando essa mensagem. Saber quem é seu público permite que você entenda exatamente como conseguir despertar seu interesse. É como escolher um presente de aniversário: primeiro você precisa saber quem é a pessoa e do que ela gosta ou está precisando, certo?

2Resultado

Outro passo muito importante é determinar a finalidade do conteúdo que você vai criar. Uma boa copy cativa seu lead e influencia diretamente suas decisões, ainda que a venda não seja imediata. Nutrição, oferta de venda direta, upsell, as possibilidades são infinitas… Portanto, defina um objetivo antes de mais nada!

3Argumentação

Agora que você já sabe para quem vai escrever e qual efeito quer causar, é indispensável fundamentar argumentos para ser o mais convincente possível. Aponte as dores do seu lead para, em seguida, oferecer a solução desse problema. Utilize analogias, comparações, exemplos e tudo que possa levar o seu produto/serviço para a realidade do lead. Quer ver como funciona? Sei que você entendeu a importância de conhecer o público-alvo quando eu citei o exemplo do presente de aniversário. Evite clichês como “oferta imperdível!!”.

Lembre-se: seu cliente já sabe que você quer que ele compre, o que ele precisa é acreditar que essa é a melhor opção que ele tem.

 

4Comunicação Objetiva

Mas, ser persuasivo não significa ser prolixo. Pelo contrário, seja claro e objetivo! Em outros artigos aqui no blog já falamos sobre estarmos vivendo a era do oversharing. Não precisa ser fera em marketing digital para entender o quanto o excesso de informação é prejudicial. O tempo do seu cliente é precioso! Portanto utilize-o da forma mais sábia e sucinta possível!

5Diversificação de Canais

Por último, mas não menos importante, é primordial entender que o conteúdo chega por diversos meios. É necessário desenvolver sua mensagem de acordo com a plataforma que você vai utilizar para chegar ao seu prospecto. Um texto produzido para e-mail marketing não pode simplesmente ser replicado, por exemplo, para o Facebook. São ambientes diferentes e, portanto, a comunicação utilizada também deve ser.

Como você tem se comunicado
com os prospectos?


Comente aqui!

 

Jorge Luiz ArdrizzoSobre o Autor:
Jorge Luiz Ardrizzo – Assistente de Marketing

Formado em Publicidade e Propaganda, entrou na Babel Team em 2017 com a missão de atrair e qualificar leads através do desenvolvimento de estratégias de marketing e produção de conteúdo. Teve a carreira pautada no relacionamento com o cliente, o que foi fundamental para entender como analisar as necessidades e apresentar a melhor opção para cada um deles. 

DJ e produtor musical responsável pelo projeto Flecha, você ainda pode encontra-lo pelas feiras gastronômicas da cidade oferecendo o inigualável hambúrguer de pão de queijo.

Quero acompanhar as novidades

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *