Neste post, vou focar no quadrante de baixo, à esquerda do quadro que mostra a metodología que aplicamos na Babel-Team, ou seja, em escalar com uma Missão, ou dito de termos simples e diretos: como deixar de brincar de empresário e ter um negócio Sustentável, Sistemático e Repetível?

De uma forma mais simplificada: 

O papel do líder e a Missão 

O papel do líder é…? Essa é uma pergunta que sempre me faço. 

Eu assumo que meu papel na Babel-Team é estabelecer a Visão (da qual a Missão é um componente) com a maior participação da nossa equipe e facilitar que cada integrante faça sua contribuição à Missão. 

Metodologia para estabelecer a Missão 

A Missão, a terceira parte chave de uma Visão eficaz, é um Objetivo Grandioso, Descabelado, Audacioso (OGDA) que serve como ponto focal do esforço. 

Para compreender rapidamente o conceito de Missão, pense sobre a missão à lua da NASA que foi expressa pelo Presidente Kennedy em 1961: 

“Esta nação deve se dedicar a alcançar o objetivo, antes que termine esta década, de aterrizar um homem na lua e trazê-lo de volta à Terra.” 

Diferente do Propósito, que nunca se alcança, uma Missão deve ser alcançável.

Traduza os Valores e o Propósito em um objetivo energizante e altamente focado – como a Missão à lua. É nítido, claro, audacioso, estimulante. Requer pouca ou nenhuma explicação. A gente “consegue vê-lo” de imediato.  

Uma vez que se cumpre uma Missão, volta-se ao Propósito de estabelecer uma nova Missão. 

Lembre da analogia de perseguir uma estrela guia através de uma montanha. Seu Propósito é a estrela guia, sempre aí pelo horizonte, nunca alcançável, mas sempre fazendo você ir em frente. Sua Missão é a montanha específica que você está subindo no momento. Uma vez que chega no topo, olha outra vez a estrela guia e escolhe outra montanha para subir. 

Uma boa Missão tem uma linha de meta. É preciso ser capaz de saber quando se chegou a essa meta, como a Missão à lua ou o topo da montanha. Uma boa Missão é arriscada, cai na área da incerteza na qual a razão diz “Isso não é razoável”, e a intuição diz, “Mas acreditamos que, sim, conseguimos atingir”. 

Objetivo Grandioso, DescabeladoAudacioso (OGDA) 

Por último – e isso é muito importante – uma boa Missão tem um marco de tempo específico para ser alcançada. 

O projeto de ir à lua era um ótimo exemplo de Missão. Foi emocionante. Era grande, descabelado e audacioso, mas alcançável. Tinha uma meta clara e um marco de tempo. 

Não estabeleça uma Missão como esta: 

Ser produtor de produtos automotores que satisfação a necessidade dos consumidores

de proporcionarem um retorno adequado aos acionistas. 

 

Estabeleça umMissão como a de Henry Ford em 1909: 

Vamos democratizar o automóvel 

Na Babel-Team, estabelecemos nossa Missão não por uma análise pura, mas sim por análise + intuição. 

Nunca será possível demonstrar com antecipação que uma Missão audaciosa vai ser 100% alcançável. Tem que saber, por instinto, que é possível fazê-la, reconhecendo essa simples verdade: uma vez comprometidos com um desafio audacioso, as probabilidades de sucesso mudam. 

Temos enfatizado a importância de ter um marco de tempo específico conectado a sua Missão. Até quando é possível estender essa Missão no futuro? Deve ser algo possível de atingir em seis meses? Um ano? Três anos? Uma década? Cinquenta anos? 

Não há uma resposta definitiva. Algumas missões demoram 30 anos ou mais para serem cumpridas. Outras poderiam acabar em um ano ou menos. Uma boa regra é usar um horizonde de 5 a 15 anos se a Missão é bem desafiante. É claro que algumas missões se podem cumprir mais rapidamente que em 5 anos. Pode ser mais apropriado e eficaz, para o seu negócio, ter uma demarcação de tempo mais curta. 

Cuidado com a Síndrome do “Chegamos lá!” 

Seja qual seja a Missão com duração X, assegure-se de reconhecer quando ela foi cumprida e, mais importante ainda, estabeleça uma nova.  Se não fizer isso, pode cair em uma das mais perigosas das armadilhas: a síndrome do “Chegamos lá!”. 

É totalmente essencial reconhecer quando se cumpriu uma Missão e, por isso mesmo, tão essencial quanto estabelecer uma nova. 

A Missão da Babel-Team 

Nossa Missão está representada em um gráfico. É claro que os números do gráfico foram definidos por cálculos de uma planilha. Mas, o que nossa Missão tem o intuito de fazer é INSPIRAR a equipe e me inspirar. Por isso, não é um material de marketing para fora e sim apenas para dentro da empresa. 

As montanhas são os marcos que precisamos alcançar. 

Este gráfico nos ajuda a conectar cada pequeno esforço do dia-a-dia com a montanha anual e cada montanha com nosso Propósito. 

Se você quiser ver a metodologia que seguimos, passo a passo, e iniciar ou continuar sua Visão, baixe o documento a seguir: 

Reitero o do início: se você procura ter um negócio para passar para seus filhos, necessita fazer dele Sustentável, Sistemático e Repetível. Me procure se necessita ajuda!

 

 

Jorge Aldrovandi Sobre o autor: 

Jorge Aldrovandi  CEO da Babel-Team.

É pioneiro em serviços de marketing via Internet, no Uruguai, seu país natal, e no Brasil, onde vive desde 2002. Trabalha com automação desde 2010. Responsável pelo planejamento estratégico e modelo de negócios de clientes no Brasil, na América Latina, Portugal e Espanha.

Sendo neto de italianos, desde pequeno Jorge gosta muito de estabelecer vínculos e por isso, boa parte de seus clientes termina sendo também parceiros e amigos. Quando é perguntado “Como que você desenvolveu uma rede tão grande de parceiros?”, sempre responde:”Tomando um vinho e comendo boas pizzas.”

Os valores da Babel-Team, são os valores do Jorge: Ética sempre, respeito acima de tudo e crescimento constante! ”

Quero acompanhar as novidades

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *